Acerca de mim

A minha foto
Coimbra, Portugal

quinta-feira

Sobre medos

Deambulando em meus pensamentos, dou comigo a pensar nos medos.
Recordo-me dos medos de infância, do pavor que sentia de não os conseguir controlar...decerto porque me faltava maturidade. Porque, sim, é preciso maturidade para lidar com os medos.
Recordo-me do nó que sentia, e ainda sinto, de cada vez que ia ou vou fazer um exame, prestar uma prova, mas faço.
Da ansiedade que me parecia devorar, de todas as vezes que tinha, ou tenho, de defender um trabalho académico, mas defendo.
Recordo-me da agonia que senti quando fiz o meu exame de condução, mas fiz.
Do terror que ainda sinto de cada vez que tenho de falar em público, mas falo.
E dos problemas que pareciam irresolúveis, mas resolveram-se.
Das inseguranças que pareciam incontroláveis, mas controlei.
Do amor que pensei não esquecer, mas esqueci.
E pergunto-me qual a chave para o sucesso. Sim, porque a vida é feita de sucessos e insucessos.
Contudo, é o sucesso que nos traz certeza e nos promove, nos faz ir em frente, que nos capacita para enfrentarmos desafios maiores.
A chave está no enfrentar, no olhar a coisa de frente...os desafios, as lutas, os problemas.
A chave está, não em dizer a Deus que temos um grande problema, mas dizer ao problema que temos um grande Deus.
A chave é ser ousado, percebermos qual a fronteira entre a submissão e a conquista, e ter perfeita consciência de que se lutarmos podemos perder, mas se não lutarmos perdemos sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário