Acerca de mim

A minha foto
Coimbra, Portugal

sexta-feira

Afasia

A afasia é uma deterioração da função da linguagem, depois de ter sido adquirida de maneira normal e sem déficit intelectual correlativo. Caracteriza-se por dificuldade em nomear pessoas e objectos. Podem levar a um discurso vago ou vazio caracterizado por longos circunlóquios e pelo uso excessivo de referências indefinidas como "coisa" ou "aquilo".
Pode evoluir para um comprometimento grave da linguagem escrita e falada e da repetição da linguagem. No extremo pode levar a mudez ou a um padrão deteriorado com discurso com ecolália ou palilália.
As causas principais são:
- Tumores;
- AVC (ou derrame);
- Doenças infecciosas (como a meningite);
- Doenças degenerativas (como a esclerose múltipla ou as demências);
- Acidentes com traumatismo cranioencefálico;
- Tensão metabólica (intoxicações);
- Epilepsia
Há vários tipos de afasia. Elas podem ocasionar lesões em aspectos muito específicos da linguagem: no nível fonético, sintáctico, semântico ou pragmático. O clínico especialista na terapia com doentes afásicos é o terapeuta da fala.
Segundo a neuropsicologia, distinguem-se dois grandes grupos de afasias, cada uma das suas variedades referindo-se a lesões cerebrais de localização precisa: o grupo das afasias de expressão e o grupo das afasias sensoriais ou de recepção.

As afasias de expressão compreendem essencialmente:
- A afasia motora, descoberta por Broca (1861), que se caracteriza por uma perturbação da expressão oral e escrita e por um dano de compreensão que, contudo, melhora rapidamente.
- A afasia de condução, cujo sintoma principal é um deficit da programação que se exprime com prejuízo da repetição, da escrita quando ditada e da leitura em voz alta, da reprodução de ritmos e pela presença de parafonias na linguagem espontânea.

As afasias sensoriais caracterizam-se por uma perturbação do entendimento, pela alteração da palavra espontânea, muitas vezes incompreensível pela presença de jargonofasia.
Segundo o linguísta Romam Jakobson, os distúrbios da fala podem afectar em graus diversos a capacidade de combinar e seleccionar as unidades linguísticas.
Fonte: Wikipédia

Sem comentários:

Enviar um comentário