Acerca de mim

A minha foto
Coimbra, Portugal

sábado

Diversidade cultural

Vive-se actualmente o contexto do mundo globalizado, a era da informação. Dentro desta realidade tem-se que o mundo é multicultural. O que, afinal, vem a ser multiculturalismo?
O multiculturalismo é o reconhecimento das diferenças, da individualidade de cada um. Daí então surge a confusão: se o discurso é pela igualdade de direitos, falar em diferenças parece uma contradição. Mas não é bem assim.
A igualdade de que se fala é igualdade perante a lei, é igualdade relativa aos direitos e deveres. As diferenças às quais o multiculturalismo se refere são diferenças de valores, de costumes etc, posto que se trata de indivíduos de raças diferentes entre si.
A necessidade de uma educação democrática é reivindicada internacionalmente, nos dias de hoje. Contudo, somente uma educação que fortalece a diversidade cultural pode ser entendida como democrática.A multiculturalidade é o denominador comum dos movimentos actuais em direcção à democratização da educação em todo o mundo.
A preocupação com o pluralismo cultural, a multiculturalidade, o interculturalismo leva-nos necessariamente a considerar e respeitar as diferenças, evitando uma pasteurização homogeneizante na escola. Ser um professor multiculturalista é ser um professor que procura questionar os valores e os preconceitos.
A Educação Intercultural é uma formação sistemática que tem como objectivo desenvolver:

  • Uma melhor compreensão das culturas na sociedade;
  • Uma maior capacidade de comunicar entre as pessoas;
  • Uma atitude mais adaptada ao contexto da diversidade cultural;
  • Uma melhor capacidade de participar na interacção social.
Facilitar a comunicação intercultural, passa por:

  • Desenvolver a capacidade de escutar;
  • Verificar as percepções;
  • Pedir «feed-back»;
  • Resistir à tentação de fazer julgamentos apressados;
  • Cultivar a conscientização cultural;
  • Aceitar riscos.

(Ouellet, 1991)

Sem comentários:

Enviar um comentário