Acerca de mim

A minha foto
Coimbra, Portugal

quarta-feira

Professor de educação especial


O professor de educação especial tem como funções o exercício de medidas de apoio, de acompanhamento e de integração sócio-educativa de indivíduos com necessidades educativas especiais.
Talvez alguns se questionem do porquê de um professor de NEE se interessar tanto por temáticas que dizem respeito, essencialmente, à área da saúde.
Na verdade, o professor, para agir tem de partir da premissa do conhecimento individualizado do aluno. Tem de saber como se processa o seu desenvolvimento ao nível físico, cognitivo e emocional. Tem de perceber quando o aluno tem um desenvolvimento atípico, saber identificar os desajustes desenvolvimentais, estar consciente das suas limitações e do seu natural potencial.
O professor de NEE não é médico nem terapeuta, pelo que não lhe compete diagnosticar nem aplicar terapias adequadas à problemática do aluno.
Ao professor de NEE compete, tão somente, após sinalização do aluno, estudar e adequar estratégias e métodos educativos, por forma a promover o seu desenvolvimento e a aprendizagem, contribuindo para a sua autonomia/funcionalidade e integração social e profissional, através de medidas inclusivas.
O processo de promoção do desenvolvimento e integração do aluno só é possível se houver uma articulação multidisciplinar entre médicos, psicólogos, terapeutas e outros técnicos, em estreita colaboração com a família.

Sem comentários:

Enviar um comentário