Acerca de mim

A minha fotografia
Coimbra, Portugal

sexta-feira

Motricidade fina nas crianças portadoras de deficiência visual

Como trabalhar a motricidade refinada com crianças portadoras de deficiência visual no pré-escolar?O educador que actua no segmento de educação de infância deve trabalhar a motricidade fina de todas as crianças, inclusive das crianças portadoras de deficiência visual, pois este é um pré-requisito para a aquisição da escrita posteriormente, isto é, por qualquer criança na alfabetização. O educador da turma que trabalha, também, com crianças portadoras de deficiência visual, deve estar capacitado para atender a essas crianças.

Numa turma regular onde estejam incluídas crianças portadoras de necessidades especiais, sejam estas deficiência visual, auditiva, motora ou qualquer outra, todas as crianças saem "a ganhar", isto é, todas irão crescer com esta integração, tanto as crianças portadoras de necessidades especiais, quanto as que não são. Todas aprenderão umas com as outras e o educador também ensinará e aprenderá muito com elas. A escola só tem a ganhar com o procedimento de inclusão destas crianças.

Para trabalhar a motricidade fina com as crianças portadoras de deficiência visual, e também com as demais crianças da turma, o educador pode lançar mão de algumas actividades como, por exemplo:
- A caixa de areia, onde a criança deverá fazer desenhos na areia com os dedos.

- Outra actividade que pode ser utilizada pelo educador e que os pequenos gostam muito é a confecção de mini-pizzas e de biscoitos em forma de rosquinhas, onde a criança tem que fazer "minhocas" e depois junta as pontas.

- Outra sugestão é "brincar" de amassar e rasgar folhas de revista.

- Outra actividade que os meninos e meninas gostam é amarrar o cadarço do boneco e da boneca. Esta actividade, embora seja complexa e mais difícil para o portador de deficiência visual executar, é muito importante para o desenvolvimento da criança e também para a sua independência no que diz respeito a atar os próprios sapatos e ténis.

- Há alguns materiais que podem ser adquiridos em papelarias, como, um palhaço ou cachorro, cujo corpo é de argolas para a criança montar. Jogos de encaixe com formas geométricas, através dos quais a criança descobrirá onde deverá encaixar cada peça através do tacto.

- Podem também ser feitas "esculturas" de massa de modelar ou com massa confeccionada com jornal molhado, deixado de molho de um dia para o outro, acrescentando farinha de trigo, misturar, amassar bem e deixar secar. Depois é só modelar as "esculturas": bonecos, bichinhos e outros.

Autor: Cássia de Assis Medel (2008) in Sopedagogia

Sem comentários:

Enviar um comentário