Acerca de mim

A minha fotografia
Coimbra, Portugal

terça-feira

A regra do "obrigado/a"

Há tempos, um aluno meu de 7 anos com paralisia cerebral e com problemas associados ao nível da linguagem/comunicação, a propósito de agradecimentos, disse com toda a convicção: "os meninos dizem 'obrigado' e as meninas dizem 'obrigada'".

Obrigado(a) é o adjectivo verbal ou particípio passado do verbo obrigar que varia em género (feminino, masculino) e em número (singular plural), de acordo com o sujeito a que se refere. Compare «ela é estimada pelas suas qualidades», «o presidente foi afastado do cargo» e «as peças da máquina foram substituídas», com «o Pedro ficou-lhe muito obrigado pela atenção», «a Sofia declarou-se obrigada pelo favor». É exactamente a mesma coisa: a fórmula de agradecimento obrigado(s)/obrigada(s) varia em género e em número, segundo o sujeito que a emite.
Assim, resume-se que a palavra “obrigado/a/os/as” varia em género (masculino e feminino) e em número (singular e plural) de acordo com o sujeito que agradece:

OBRIGADO – utilizado por falantes do sexo MASCULINO;
OBRIGADA – utilizado por falantes do sexo FEMININO;

Obrigados – utilizado por um grupo de falantes do sexo masculino ou feminino e masculino;
Obrigadas – utilizado por um grupo de falantes do sexo feminino.

Muito obrigada

Sem comentários:

Enviar um comentário